ÊITA VIDA ARRETADA!!!

    No jornalismo nasci repórter, inquieto, parto pra lá de normal. Das ondas da antiga Rádio Universitária para a Rede Globo Recife, TV Cabo Branco e depois TV Tambaú. Minha vida era a rua, a busca pela imagem que fazia a diferença e pelo texto que fugisse do tradicional.

    Caminhos que me levavam a produzir reportagens especiais, investigativas, leves.
Mas a estrada da profissão me levou a um desvio para o mundo das assessorias, onde já estou há 12 anos. Só que essa história de jornalismo vicia e passei a produzir reportagens digamos descompromissadas.

Nos finais de semana ou em viagens, lá estávamos nós, agora em família, com uma pequena câmera na mão e uma aventura na cabeça, no coração e na alma.

    Imagens de minha esposa, e produção, assistência, pitacos e opiniões do restante da galera, e a companhia inseparável do nosso mascote .

    E assim estamos vivendo esses últimos anos, aproveitando todas as aventuras e lembrando sempre de agradecer a Deus.

As reportagens foram veiculadas na TV Tambaú. Depois da veiculação, o baú. Mas, em época de globalização guardar tudo isso é pecado mortal. Decidimos, então, partilhar esses momentos, como uma forma de incentivar vocês a viverem, também, uma VIDA ARRETADA.
 

Para quem gosta de foto
fotos/publica_foto/
fotos/publica_foto/
fotos/publica_foto/
fotos/publica_foto/
fotos/publica_foto/
fotos/publica_foto/
fotos/publica_foto/
fotos/publica_foto/
fotos/publica_foto/
fotos/publica_foto/
fotos/publica_foto/
fotos/publica_foto/
fotos/publica_foto/
fotos/publica_foto/
fotos/publica_foto/
fotos/publica_foto/
fotos/publica_foto/
fotos/publica_foto/
fotos/publica_foto/
fotos/publica_foto/